fbpx

COMO SER BEM SUCEDIDO NA CONQUISTA DE METAS?

voltar ao Blog
COMO SER BEM SUCEDIDO NA CONQUISTA DE METAS?

Se você quer realizar sonhos em sua vida é muito importante dedicar algum tempo para planejar o que você deseja, detalhar como fará para conquistar e agir com foco, de forma bem direcionada.

Você já fez um balanço de como foi o seu ano de 2020, e já definiu seus objetivos e metas pessoais e profissionais para 2021?
Muitas pessoas desconhecem a importância de definir objetivos e metas, tanto pessoais como profissionais, para a sua vida e acabam simplesmente vivendo um dia após o outro no jeito “deixa a vida me levar”. Quando não se tem claro e explicitado para onde se quer ir, podemos acabar indo para um lugar qualquer ou até mesmo ficar estagnados no ponto inicial.


Se você gosta de ter algum controle sobre sua própria vida e de sentir o prazer de sonhar, planejar e conquistar o que planejou, este artigo foi escrito para você. Nele estamos trazendo 10 dicas que consideramos fundamentais para o sucesso nessas conquistas.

Objetivos e metas servem para nos ajudar a direcionar nossa vida e nossas ações diárias.


Você sabe qual a diferença de Objetivos e Metas?

Objetivo é o que você quer ter, realizar, conquistar, construir, é o ponto onde você quer chegar. Metas são a segmentação, etapas do objetivo, que estipulam os passos e prazos para a sua realização. Ou seja, para alcançar seus objetivos, é preciso traçar metas. Um objetivo é, normalmente, uma grande tarefa. As metas servem para separá-lo em partes menores, mais fáceis de realizar.

Veja um exemplo:

Objetivo: Fazer uma viagem internacional em outubro/21.

Metas: Conseguir o visto até junho/21; Economizar 10% do salário mensalmente até setembro/21; Aprender o básico do idioma do país até setembro/21; Acompanhar preços de passagem e hospedagem para comprar nas melhores condições.

Perceba que o objetivo, muitas vezes, pode parecer difícil e distante. As metas ajudam a traçar os passos para alcançar esse objetivo, tornando-o mais simples.

Definir e detalhar metas, então, organiza seu planejamento e deixa o caminho para seus sonhos mais claro e fácil de conquistar.

Agora que está mais clara a definição do que são metas vamos às 10 dicas de como conquistá-las utilizando ferramentas sistêmicas:

1. Seja o Protagonista: A conquista de metas depende de você. Você poderá contar com a ajuda de outras pessoas, mas você é o responsável e deverá estar comprometido em fazer o que for necessário para ser bem sucedido.

2. Mapeie que objetivos você quer alcançar em cada uma das áreas de sua vida. Tenha clareza como você está atualmente em relação a cada objetivo: A ferramenta Roda da Vida é excelente para ajudar a avaliar como está cada um dos aspectos de sua vida.

Estabeleça prioridades entre os objetivos que você identificou. Para o estabelecimento de prioridades as ferramentas sistêmicas ajudam a trabalhar com o conhecimento explícito e ter acesso ao conhecimento implícito, se conectando com as suas emoções e estabelecendo as prioridades a partir do que está vivo em você e tem sentido para a sua realização nos diversos níveis do seu ser (físico, emocional, mental, espiritual e social).

Siga os passos a seguir para os objetivos que você considerou prioritários

3. Defina claramente os seus objetivos prioritários e as metas a alcançar: Recomendamos a utilização da metodologia SMART para melhorar a qualidade da definição das suas metas. Ela é um acrônimo com características fundamentais para a definição de metas: Specific, Mensurable, Attainable, Relevant, Time-based.

Você pode utilizar essa metodologia sozinha ou em conjunto com outras técnicas. Por exemplo, pode usar o SMART como diretriz no momento de fazer o mapa mental da situação atual e da visão futura.

4. Identifique quais obstáculos estão impedindo ou podem impedir a conquista: Um fato ou evento é percebido como um obstáculo quando impede que alguém atinja uma meta através do repertório de operações usuais. Quando estamos caminhando em direção a algo que queremos muito conquistar, alguns obstáculos e dificuldades podem acabar surgindo e nos desmotivando de alguma maneira. Sendo assim, trabalhar constantemente o nosso foco vai nos ajudar a não desistir no meio da caminhada, já que estaremos com o nosso olhar totalmente voltado para o resultado final que vamos obter se continuarmos seguindo em frente.

Às vezes fatores que normalmente vemos como recursos, como certos valores, relacionamentos, regras, teorias, podem se transformar em obstáculos.    

5. Identifique que recursos você mesmo já tem ou que existem no contexto externo a você que podem ajudar: Às vezes já estão disponíveis, mas não são reconhecidos. Com frequência são descobertos com a utilização de uma das ferramentas sistêmicas. Se você os conhecesse, já teria superado os obstáculos.

A Crença que você é capaz de conquistar seus objetivos é fundamental: Henry Ford uma vez disse que “se você acredita que consegue ou acredita que não consegue, estará certo”. É preciso acreditar!

É importante que você desenvolva o seu autoconhecimento, para que assim tenha a oportunidade de descobrir seus pontos fortes, suas habilidades e competências, e assim, possa aperfeiçoá-los a cada dia.

Esta é uma dica importante, pois são seus pontos positivos que vão ajudar você a colocar em prática tudo o que foi definido em seu planejamento e plano de ação, ou seja, são eles que vão contribuir para que você conquiste, uma a uma, as metas que estabeleceu para conquistar o objetivo desejado.

6. Esclareça quais as consequências futuras que poderão surgir após atingir o objetivo: Tudo tem um preço – Investimento e/ou renúncia. Muitas vezes se definem objetivos tendo em vista os ganhos e se esquece dos possíveis custos associados. Por exemplo, ao se atingir a meta de ter um carro de luxo é importante saber que isso implicará em custos mais elevados de tributos, seguro, manutenção, etc.

Muitas vezes também há possíveis consequências da conquista do objetivo, que a nível inconsciente acabam dificultando essa conquista. Por exemplo podemos citar o caso de um jovem, excelente aluno durante toda a vida escolar que vinha perdendo matérias que o estavam impedindo que ele concluísse o curso de engenharia. Num exercício sistêmico identificamos que ele, em algum momento de sua história tinha ouvido que após se formar os filhos daquela família saíam de casa para morar sozinhos. Isso ficou no seu inconsciente e esse ganho oculto decorrente de sua formatura estava criando as dificuldades que vinha tendo, pois ele não queria sair da casa dos pais. Quando ele se deu conta dessa situação pode ressignificar e ser bem sucedido na conclusão do curso.

7. Monte um plano de ação: Esse é um passo essencial. Aqui, você fará todo o processo de definir os caminhos e estratégias para atingir suas metas. Muitas pessoas ficam presas no passo anterior. Por isso, esforce-se para alcançar a etapa seguinte.

“Uma meta sem um plano é apenas um desejo”.

Para a elaboração do plano de ação utilize a ferramenta 5W2H, que é uma ferramenta de gestão de projetos, em que se mapeia o passo a passo que deve ser dado, para que seja possível tirar um objetivo do papel. Através de 7 perguntas você consegue definir bem, não apenas as metas a serem alcançadas, mas também os custos, os responsáveis por cada etapa, entre diversos outros pontos.

A sigla 5W2H diz respeito à inicial em inglês das 7 perguntas/diretrizes que devem ser respondidas/definidas pelo responsável pelo plano de ação. Veja quais são elas a seguir:

5W: What – o que será feito? Why – por que será feito? Where – onde será feito? When – quando? Who – por quem será feito?

2H: How – como será feito? How much – quanto vai custar?

A partir do momento que você se propõe a responder e definir cada uma destas diretrizes, você consegue determinar com assertividade as metas que precisa cumprir, para alcançar os objetivos que almeja com mais facilidade.

8. Agora que já tem o seu plano de ação é hora da execução: Começar é sempre difícil, mas é muito importante ter a iniciativa de fazer algo de concreto, por menor que seja. Mesmo que comece devagar, a ação é essencial para que os outros passos aconteçam.

9. Crie um painel (quadro) de visualização e junte imagens dos seus objetivos para lhe ajudar a visualizar o que deseja: Sempre que possível, procure entrar em contato com o seu objetivo e se sentir já vivendo sua realização, sua conquista.

Mantenha um acompanhamento regular, buscando monitorar e obter feedback sobre o que está fazendo: Questione-se sobre o modo em que está trabalhando para que seu objetivo seja alcançado. Você está no caminho certo? Está obtendo resultados? Existe alguma coisa que precisa ser modificada ou melhorada? Sem esse acompanhamento é muito fácil perder o foco e a motivação.

Comemore as pequenas vitórias: Defina pequenos marcos intermediários e à medida que for atingindo essas metas faça uma pequena celebração, pois quando celebramos, encerramos um ciclo e abrimos as portas para novas conquistas e realizações em nossas vidas. Essa é uma forma de ir adquirindo mais confiança, vinda do sucesso em alcançar metas de curto prazo. A confiança ajuda na motivação e resolução de problemas.

Não se deixe abater pelas dificuldades:  Tenha constância e persistência. Trabalhe todos os dias para que seus objetivos sejam atingidos, se mantenha firme e persistente na busca pelo sucesso. NÃO DESISTA.

10. Refaça o processo a cada ciclo ou após conquistar os objetivos prioritários: Considerando que estamos sempre em evolução, ao final de cada ciclo (mensal, semestral, anual, de 5 anos de 10 anos) ou após ter conquistado a maioria das metas prioritárias, faça o seu novo planejamento e gire o novo ciclo com as etapas acima.

Jorge Manuel Dias, engenheiro eletricista, analista de sistemas, especializado em gestão de negócios, gestão de projetos, sistemas de qualidade e em educação e pedagogia sistêmica, coach e facilitador de constelações sistêmicas. É diretor do Instituto 89.


newsletter

Digite seu e-mail para receber nossas atualizações